AIE eleva previsão de consumo de petróleo em 2003

A Agência Internacional de Energia (AIE) elevou a sua previsão de aumento da demanda mundial de petróleo para 2003 em cem mil barris por dia, por causa da recuperação na China dos efeitos da epidemia Sars, que está ocorrendo num ritmo mais acelerado do que o previsto. Com isso, segundo a agência, o crescimento na demanda neste ano será de 1,11 milhões de barris por dia, totalizando 78,4 milhões de barris diários. A previsão para crescimento em 2004 foi mantida inalterada em 1,05 milhões de barris por dia, somando 79,4 milhões de barris. Em seu relatório mensal divulgado hoje, a AIE observou que os preços do petróleo ?continuam a ser pressionados pelos baixos estoques, crescimento econômico mais forte, aumento da demanda por gasolina nos Estados Unidos e incerteza sobre a produção iraquiana?, além da antecipação do sazonal crescimento da consumo global com o inverno no hemisfério norte no final do ano. A agência observou que durante boa parte do mês passado, os preços se situaram no topo da banda desejada pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que varia entre US$ 22 e US$ 28.A produção global de petróleo cresceu em 916 mil barris diários em julho, somando 78,64 milhões de barris por dia. Os países que não são membros da Opep foram os principais responsáveis por essa elevação, com 688 mil barris diários. Os estoques dos países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) fecharam junho em 2,515 bilhões de barris, 24 milhões a mais do que em maio, mas ainda 129 milhões de barris abaixo de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.