AIE: reservas podem ser liberadas com 'crise do petróleo'

O mundo enfrenta uma "crise de petróleo", que poderá levar à liberação das reservas de petróleo dos estoques estratégicos, disse hoje o diretor-executivo da Agência Internacional de Energia (AIE), Nobuo Tanaka, informou a agência Dow Jones, citando entrevista concedida pelo executivo à rede de televisão norte-americana Bloomberg News.Tanaka afirmou que no caso de um grande desequilíbrio na oferta, a agência buscaria utilizar as reservas de petróleo. Para ele, o atual nível de preço do petróleo justifica a afirmação de que a situação é de crise. "Podemos chamar de uma ''crise de petróleo'', dado o atual preço, que deve continuar subindo apesar dos esforços globais para reduzir o consumo", disse. "Estamos diante de uma questão estrutural crítica no mercado global de petróleo, onde o crescimento da oferta não está acompanhando a demanda", afirmou. Segundo Tanaka, o aumento da demanda chinesa e da Índia, além de investimentos especulativos em commodities estão orientando os preços do petróleo em alta.A AIE atua como consultoria de política relacionada à energia para 26 países europeus e os Estados Unidos. Foi fundada durante a crise do petróleo de 1973-1974, com o objetivo de coordenar medidas para atender situações de emergência relacionadas ao abastecimento. De acordo com o website da AIE, com o tempo, a agência passou a atuar também em políticas relacionadas à segurança energética, ao desenvolvimento e proteção ao meio ambiente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.