carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

AIG: baixa contábil não deve levar a perdas maiores

O American International Group (AIG), maior grupo de seguros dos EUA, divulgou comunicado afirmando que não acredita que as baixas contábeis anunciadas recentemente em sua carteira de derivativos complexos (do tipo swap de default de crédito, ou CDS, na sigla em inglês) poderão levar a prejuízos maiores para a companhia como um todo. Ontem, o AIG anunciou que uma auditoria interna descobriu que a companhia havia avaliado incorretamente muitos de seus derivativos e que a companhia prevê baixas contábeis de pelo menos US$ 1,6 bilhão como resultado. As ações da companhia atingiram ontem sua menor cotação em 52 semanas, US$ 44,50, com a notícia. No comunicado divulgado hoje, a companhia disse que continua acreditando que as perdas nos derivativos complexos não são "indicativas de prejuízos que (a AIG Financial Products Corp) possa realizar" ao longo do tempo. As informações são da agência Dow Jones.

REGINA CARDEAL, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2008 | 14h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.