Airbus deve perder liderança para a Boeing em 2007

A Airbus planeja anunciar um grande pedido de jatos e revelou nesta quinta-feira, 4, a primeira venda do A350 desde que o modelo foi redesenhado. Mesmo assim, ela não deve evitar que a rival Boeing vença a corrida de encomendas em 2007.A fabricante européia de aviões anunciou que fará uma conferência em Londres na próxima segunda-feira para divulgar o que a companhia chamou de "grande compra de aviões" por parte de um cliente não identificado.O aviso foi feito depois da divulgação de uma matéria do Wall Street Journal esta semana, que afirma que a companhia aérea da Malásia AirAsia Bhd comprará 100 Airbus de um corredor. A Airbus se recusou a comentar.A Airbus, do grupo europeu EADS, também disse que vendeu dois jatos A350XWB e seis A330-200 à empresa de leasing Pegasus Aviation Finance.O acordo pelo total de oito aviões de grande porte vale 1,4 bilhão de dólares ao preço de tabela e foi assinado em dezembro, informou a Airbus.A Boeing recebeu o recorde de 1.044 pedidos firmes em 2006, superando o recorde anterior de 1.002 do ano anterior, afirmou a fabricante de aviões.Afetada por problemas de produção e de gerenciamento, a Airbus tem ficado atrás da Boeing nos últimos 12 meses, registrando apenas 635 pedidos até o fim de novembro.A Airbus venceu o ano anterior com 1.055 pedidos, recorde da indústria, ou 1.111 pedidos antes de cancelamentos, depois de vendas surpreendentes em dezembro de 2005.Mas mesmo antes de a Boeing surpreender o mercado com os números desta quinta-feira, já esperava-se que a Airbus não mantivesse a posição de 2006, entregando a liderança da indústria 50 bilhões de dólares de volta à Boeing pela primeira vez desde 2000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.