bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Ajuda do G-7 só virá após acordo com FMI, diz Ruckauf

O chanceler argentino Carlos Ruckauf afirmou hoje que novos empréstimos dos países desenvolvidos reunidos no G-7 só poderão ocorrer depois de o país fechar o acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). "A posição unânime do G-7 é de que a Argentina tem de chegar a um acordo com o FMI, tanto para conseguir créditos como para consolidar políticas comerciais", afirmou Ruckauf em breve entrevista no aeroporto militar nos arredores de Buenos Aires, onde chegou de viagem pela Europa em companhia do presidente Eduardo Duhalde. As informações são do site do diário argentino Clarín.

Agencia Estado,

22 de maio de 2002 | 15h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.