Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Ajuda para elétricas sai este mês

A primeira parcela da compensação para as distribuidoras pelo adiamento, para o próximo ano, do repasse da variação cambial para as tarifas deverá ser liberada até o fim deste mês. Ao sair de uma reunião com a ministra da Minas e Energia, Dilma Rousseff, o diretor-executivo da Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee), Luiz Carlos Guimarães, não forneceu valores, mas disse que esta primeira parcela corresponderá a 50% do valor ao qual as distribuidoras têm direito. Uma segunda parcela, de 30%, deverá ser repassada dentro de seis meses e a terceira e última, de 20%, dentro de nove meses.As primeiras empresas a receber a compensação serão as que já aumentaram as tarifas. Desde o mês passado, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou o índice de reajuste tarifário de dez distribuidoras.Parte da energia consumida no País, como a que é comprada de Itaipu, tem cotação em dólar, e a variação cambial é repassada para as tarifas, na hora da revisão tarifária. Como o governo decidiu, no mês passado, adiar esse repasse, as empresas serão compensadas com recursos do Tesouro por esse adiamento.A ministra de Minas e Energia dedicou o dia de hoje a reuniões com entidades que representam segmentos do setor elétrico. Além dos representantes das distribuidoras, Dilma recebeu os produtores emergenciais de energia, os geradores e os grandes consumidores industriais de eletricidade.

Agencia Estado,

13 de maio de 2003 | 19h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.