Alagoas terá maior estaleiro da América Latina

Alagoas se prepara para ampliar o seu perfil econômico, baseado no turismo e na indústria sucroalcooleira, com a chegada da indústria naval. A partir de 2010, começa a ser construído no Estado o maior estaleiro da América Latina. Trata-se do Eisa Alagoas, que ocupará uma área de 2 milhões de metros quadrados no município de Coruripe, no Litoral Sul do Estado, a 130 km do Porto de Maceió.

AE, Agencia Estado

07 de dezembro de 2009 | 09h31

Os investimentos para a construção do estaleiro são estimados em R$ 1,5 bilhão e deverão resultar na geração de 4,5 mil empregos diretos. O empreendimento será comandado pelo empresário German Efromovich, que esteve em Maceió, em outubro deste ano, para o lançamento do projeto. O empresário é dono de outros estaleiros no Brasil, como o Mauá, no Rio.

De acordo com o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), a instalação do estaleiro será o maior empreendimento de Alagoas em toda a história do Estado. "Quando estiver instalado, o estaleiro de Alagoas será o maior da América Latina, com condições de construir navios de médio e grande porte", afirmou Vilela, destacando ainda a grande geração de emprego e renda que o empreendimento irá criar na região.

Segundo o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Luiz Otávio Gomes, quando estiver funcionando, o estaleiro deverá gerar cerca de 18 mil empregos indiretos. "São padarias, restaurantes, farmácias, supermercados e outros estabelecimentos comerciais, que vão contratar mão de obra para atender os trabalhadores do estaleiro", acrescenta Gomes.

De acordo com o secretário, do ponto de vista técnico, o projeto do estaleiro está aprovado e os investimentos garantidos. Falta apenas a apresentação do Estudo de Impacto Ambiental para avaliação nos órgãos ambientais. "Esse relatório deve ficar pronto ainda este ano para que possamos ter a liberação das licenças ambientais, que devem ficar prontas entre abril e junho de 2010", avalia. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
estaleironaviosAlagoas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.