Felipe Rau/Estadão
Felipe Rau/Estadão

Alckmin declara apoio a Temer e Maia em reformas

Governador de São Paulo reiterou posição após afagos do presidente a João Doria

Andre Ítalo Rocha, Eduardo Laguna e Marcelo Osakabe, O Estado de S.Paulo

08 Agosto 2017 | 14h15

Após os afagos de Temer ao prefeito de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB), o governador do Estado, Geraldo Alckmin (PSDB), reiterou nesta terça-feira seu compromisso com a defesa das reformas que tramitam no Congresso.

+ Temer confirma que governo estuda nova alíquota de Imposto de Renda

Em evento da Fenabrave, com a participação do presidente Michel Temer (PMDB) e do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o tucano disse que São Paulo quer ajudar em todas as reformas para a retomada do crescimento e do emprego. "Quero dizer a Temer e Maia que contem conosco", declarou.

+ Brasil não aguenta mais pagar impostos, diz Rodrigo Maia

O governador paulista elogiou a aprovação da reforma trabalhista, que classificou como "histórica". E assinalou que o próximo desafio, a reforma da Previdência, será mais difícil por se tratar de uma emenda à Constituição, que precisa de três quintos dos votos dos deputados.

Alckmin disse ainda que a reforma tributária, que não exige três quintos do Congresso, será um desafio mas "precisa ser feita", e que a reforma política deve ser aprovada a tempo de valer para o próximo ano de eleições gerais no País. "Se melhorarmos o ambiente político, tudo melhora", pontuou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.