Alckmin não quer retomar a Eletropaulo

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse hoje que não tem interesse em retomar o controle da distribuidora de energia elétrica Eletropaulo Metropolitana. A empresa declarou calote na última quinta-feira e não quitou pagamento de US$ 85 milhões devidos ao BNDES. Sem um acordo para o pagamento da dívida, o banco poderá assumir o controle da empresa e talvez fazer uma nova privatização.Na avaliação de Alckmin, o calote envolve uma questão específica da empresa e uma questão mais geral, relativa a todo o setor elétrico. Ele lembra que em 2001, por causa do apagão, houve uma redução de quase 20% no consumo da energia elétrica. "É evidente que isso causou um problema a todas as empresas de energia. Cabe ao BNDES decidir o que fazer mas não interessa ao governo paulista retomar a empresa."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.