Alckmin torce para que projeção de Furlan se concretize

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse hoje que torce para que a projeção de crescimento feita pelo ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, seja realidade. Furlan afirmou que o País vai crescer neste ano mais de 4%. O governador e o ministro participam do 2º Congresso da Indústria Paulista, promovido pela Fiesp. Alckmin afirmou que, de qualquer forma, o Brasil registrará crescimento neste ano, porque a base de comparação é muito baixa, já que no ano passado o País registrou crescimento negativo de 0,2%.O governador ressaltou que São Paulo faz um grande esforço exportador, que resultou em um aumento das vendas externas, de 33,8%, de janeiro a maio. Alckmin afirmou que, no próximo dia 13, vai anunciar a redução do ICMS para artefatos de couro, dando continuidade a um trabalho de competitividade da economia de São Paulo, que já reduziu, de 18% para 12%, o ICMS das cadeias têxtil e de calçado. "Agora, vamos tratar dos artefatos de couro", reiterou o governador.Na avaliação de Alckmin, o mercado interno continua enfraquecido, mas ele acredita que as exportações vão ajudar a recuperar a capacidade de consumo do trabalhador, o que se reverterá em melhora do mercado interno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.