Álcool anidro dispara 8,31% e hidratado 1,36% nas usinas de SP

Para mercado, explicação para alta maior do anidro é diferença de oferta entre combustíveis

Gustavo Porto, da Agência Estado,

11 de julho de 2008 | 18h46

O preço do álcool anidro teve uma forte alta de 8,31% e o do hidratado subiu 1,36% nas usinas paulistas esta semana, de acordo com o indicador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq) divulgado nesta sexta-feira, 11. O litro do anidro saltou de R$ 0,8147, em média, pra R$ 0,8824. Já o hidratado foi negociado, em média, a R$ 0,7235 o litro, ante R$ 0,7138 na semana anterior. Os preços não incluem impostos. No mercado, a explicação para a alta maior do anidro que a do hidratado é a diferença de oferta entre os dois combustíveis. Desde o começo da safra a produção do hidratado é bem maior e cresce mais em relação à safra passada.  As usinas apostam no crescimento da demanda interna do hidratado, utilizado nos veículos a álcool ou flex fuel. Já o anidro, com oferta menor teve um aumento pontual de demanda com exportações, principalmente para os Estados Unidos, o que teria puxado o preço.

Tudo o que sabemos sobre:
EtanolCombustíveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.