Álcool em São Paulo tem alta mais forte desde janeiro

Custo médio do combustível na capital tem alta de 9,82% em novembro, ante queda de 1,51% em outubro

Flavio Leonel, da Agência Estado,

05 de dezembro de 2007 | 15h22

O preço médio do álcool combustível subiu 9,82% em novembro na capital paulista, ante queda de 1,51% em outubro, conforme informação divulgada nesta quarta-feira, 5, pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), por meio do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) do mês passado. A elevação apurada foi a mais expressiva desde o final de janeiro, quando houve variação de 11,54% no preço do produto. Veja também:Álcool ou Gasolina? Calcule a opção mais econômica De acordo com o coordenador do IPC, Márcio Nakane, o comportamento do álcool é normal para o período e a previsão é de que a variação seja mais significativa nos levantamentos referentes a dezembro. Segundo ele, a gasolina também deve, com uma intensidade menor, apresentar elevação nas pesquisas seguintes. No final de novembro, o preço do combustível derivado do petróleo iniciou o movimento de alta na capital paulista. Subiu 0,17% após apresentar queda de 0,42% no final de outubro. Segundo a Fipe, a contribuição de alta do álcool no IPC de 0,47% do mês passado foi de 0,051 ponto porcentual. A gasolina, apesar de ter um peso maior, respondeu por 0,005 ponto porcentual da inflação paulistana.

Tudo o que sabemos sobre:
Álcool

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.