Álcool permitiu auto-suficiência em petróleo, diz ministro

O ministro de Minas e Energia, Silas Rondeau, disse nesta segunda-feira que o álcool combustível ajudou o Brasil a conseguir a auto-suficiência em petróleo, e deverá continuar ajudando o País a exportar seu excedente de gasolina. Segundo o ministro, de 1970 até os dias de hoje, o uso do álcool como substituto da gasolina proporcionou ao País uma economia de 1,09 bilhão de barris equivalentes de petróleo (petróleo associado ao gás natural). Isso corresponde a 22 meses da produção nacional de petróleo no nível que ela está hoje. Silas acrescentou que nesse período o uso do álcool evitou que fossem emitidas para a atmosfera 615 milhões de toneladas de dióxido de carbono. As declarações do ministro foram na abertura do seminário internacional de Biocombustíveis, promovido pelo Ministério de Minas e Energia e pela Organização Latino-americana de Energia (OLAB), em Brasília.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.