Álcool sobe 23,5% e pressiona inflação em Ribeirão Preto

Apesar da queda no início de abril, o preço do álcool acumulou alta de 23,52% ao consumidor em março, em Ribeirão Preto (SP), e pressionou a inflação no mês passado na cidade paulista. O reajuste no combustível representou 0,29 ponto percentual do 0,51% de índice de inflação apontado pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), divulgado nesta terça-feira. A alta de 5,88% da gasolina contribuiu ainda para que o setor de transportes fosse novamente o principal vilão da inflação na cidade paulista, em março. O grupo foi responsável por 0,47 ponto percentual do índice, que só não foi maior no geral porque houve deflação em algumas outras áreas, como despesas pessoais e alimentação.

Agencia Estado,

11 Abril 2006 | 12h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.