Hélvio Romero/ ESTADÃO - 12/2/2014
Hélvio Romero/ ESTADÃO - 12/2/2014

Além da Azul, Passaredo e MAP demonstram interesse em disputar slots em Congonhas

As duas operam voos regionais com aeronaves turboélices da fabricante europeia ATR

Gustavo Porto e Fabiana Holtz, O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2019 | 13h47

São Paulo - Além da Azul, duas outras empresas aéreas já demonstraram interesse em disputar os horários de pousos e decolagens que eram operados pela Avianca no aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A paulista Passaredo e a amazonense MAP indicam que podem disputar os 41 slots que deverão ser distribuídos na próxima semana.

Em nota, a Passaredo informa que "irá participar do processo de distribuição dos slots e solicitará o número máximo que tiver direito na condição de empresa entrante". A empresa com sede em Ribeirão Preto, no interior paulista, vai se posicionar "de forma mais objetiva" em relação ao tema com a publicação do detalhamento das regras sobre o processo de redistribuição dos 41 horários que serão redistribuídos.

Outra que pretende participar é a amazonense MAP Linhas Aéreas. Em nota, a empresa diz que aguarda o andamento do processo de distribuição, mas tem total interesse em expandir sua atuação para outras regiões do País.

As duas operam voos regionais com aeronaves turboélices da fabricante europeia ATR. A Passaredo já opera na região metropolitana de São Paulo, com voos entre Guarulhos e Ribeirão Preto. Já a MAP voa apenas na região amazônica, mas nenhum dos aviões da atual frota de cinco aviões tem autonomia para chegar em voos diretos dos atuais destinos na Amazônia e Pará até à capital paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.