bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Alemanha confirma PIB do 1º trimestre

A economia da Alemanha evitou a recessão no início do ano devido ao consumo privado robusto, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira.

AE, Agencia Estado

24 de maio de 2013 | 03h44

O Produto Interno Bruto do primeiro trimestre cresceu 0,1% ante os três últimos meses de 2012, afirmou o escritório federal de estatísticas Destatis, confirmando uma estimativa anterior. O consumo privado sustentou a atividade econômica, enquanto as exportações e o investimento das empresas recuaram, disse o Destatis. O consumo do governo não teve impacto significativo sobre o crescimento econômico no primeiro trimestre.

Apesar do resultado fraco, a economia da Alemanha continua a superar a da zona do euro, que estava se mostrou em recessão no primeiro trimestre.

"O cenário fundamental permanece saudável, e prevemos uma aceleração da atividade econômica alemã no segundo semestre do ano", disse Dirk Schumacher, economista-chefe do Goldman Sachs alemão, em Frankfurt. "As empresas devem ser menos relutantes em investir à medida que a perspectiva global melhora", disse ele, prevendo uma recuperação sólida na atividade de construção.

O consumo privado na Alemanha aumentou 0,8% em relação ao trimestre anterior ajudado pelo baixo nível de desemprego e o aumento dos salários, acrescentando 0,4 ponto porcentual para a taxa de crescimento trimestral.

Investimento em máquinas e equipamentos caiu pelo sexto período seguido, com uma queda de 0,6% em relação ao quarto trimestre de 2012, tendo em vista que o investimento em construção caiu 2,1%. Os dados são ajustados pela inflação e levam em conta variações sazonais, assim como o número de dias úteis em cada trimestre.

As exportações líquidas adicionaram 0,1 ponto porcentual para a taxa de crescimento trimestral da Alemanha, mas apenas porque as exportações caíram menos do que as importações. As exportações caíram 1,8% no trimestre, enquanto as importações recuaram 2,1%.

O PIB alemão contraiu 0,2% em relação ao primeiro trimestre de 2012 em termos ajustados ao calendário. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhapib

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.