Alemanha elimina 40 mil postos de trabalho em fevereiro

A Alemanha, a maior economia da Europa, eliminou 40 mil postos de trabalho em fevereiro, em termos ajustados para oscilações sazonais, menos que os 59 mil cortes registrados em janeiro. "O ambiente econômico difícil teve um impacto sobre os mercados de trabalho em fevereiro", disse o presidente do Departamento de Trabalho do país, Frank-Jürgen Weise. "Entretanto, contratações de curto prazo ajudaram a estabilizar isso". InflaçãoA Alemanha informou hoje que vai recalcular o Índice de Preços ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) deste mês. A medida é inédita. O dado correto deverá ser publicado ainda hoje ou amanhã, de acordo com uma porta-voz do departamento de estatísticas federais, sem dar mais detalhes sobre os erros cometidos. Quatro Estados alemães divulgaram seus índices hoje, mas esses números foram invalidados. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.