Vladimir Simicek/AFP
Vladimir Simicek/AFP

Alemanha multa montadoras BMW, Daimler e Volkswagen por prática de cartel

Segundo órgão regulador da concorrência do governo alemão, empresas combinavam preços com fornecedores de aço

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de novembro de 2019 | 15h12

NOVA YORK - O órgão regulador antitruste da Alemanha informou nesta quinta-feira, 21, que multou as montadoras BMW AG, Daimler AG e Volkswagen AG em um total de 100 milhões de euros (cerca de R$ 465 milhões) por práticas anticompetitivas na compra de produtos de siderurgia

"De 2004 até o final de 2013, representantes da BMW, Daimler e Volkswagen se reuniam regularmente duas vezes por ano com fabricantes de aço, forjas e grandes fornecedores de sistemas para discutir um preço uniforme para a compras", afirmou o Federal Cartel Office, órgão regulador de concorrência do governo alemão.

A autoridade informou ainda que fornecedores de aço alteraram unilateralmente seus modelos de preços, às vezes ameaçando interromper o fornecimento, depois que as montadoras concordaram com as mudanças, iniciando as reuniões regulares.

"As empresas reconheceram os fatos levantados pelo governo e concordaram em encerrar o processo de maneira amigável", observou o órgão federal.

O governo alemão deixou claro que este processo não tem relação com investigações da União Europeia (UE) contra vários fabricantes de automóveis por suspeita de conluio em emissões de tecnologias. / Dow Jones Newswires

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.