Alemanha não espera decisões nas reuniões com líderes

O governo da Alemanha tentou minimizar as expectativas que antecedem as reuniões com a França e a Grécia no fim desta semana. "Não se espera que haja uma grande mudança ou grandes decisões", afirmou Steffen Seibert, porta-voz do governo alemão.

AE, Agencia Estado

20 de agosto de 2012 | 08h22

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, vai se reunir com o presidente da França, François Hollande, para um jantar de trabalho na quinta-feira, e depois se encontrará com o primeiro-ministro da Grécia, Antonis Samaras, na sexta-feira.

As reuniões acontecerão enquanto uma comissão da troica - União Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) - prepara seu relatório para avaliar se a Grécia está cumprindo as obrigações determinadas pelo memorando de entendimento que ofereceu ao país um resgate de 173 bilhões de euros (US$ 213,4 bilhões). A aprovação da troica é necessária para que o país receba a próxima parcela da ajuda.

O governo grego vem pedindo uma extensão do prazo para cumprir suas obrigações de reduzir a dívida e reformar a economia local. No entanto, Seibert, reiterando a posição alemã, não quis comentar as especulações de que a Grécia terá mais tempo para isso e disse que "a base para nossa cooperação é o memorando de entendimento". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaFrançaGréciareunião

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.