Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Alencar anuncia que não haverá solução para Varig neste ano

O ministro da Defesa, José Alencar, negou hoje ao chegar ao ministério que haja um plano do governo para intervir na Varig nos próximos dias. "Isso não é verdade, não existe nada disso", afirmou, garantindo que não haverá neste ano solução para o problema da companhia.Ele disse que o assunto continuará sendo estudado e que apóia a proposta do deputado Beto Albuquerque (PSB-RS), que sugeriu hoje a conversão de créditos de fornecedores da empresa em ações da Varig. Alencar declarou que já pediu à empresa aérea um estudo sobre a proposta. Em sua avaliação, essa é uma boa alternativa, pois seria uma solução empresarial e de mercado, desde que haja prova de que companhia será saneada. "Com isso, mudaria, obviamente, o controle da companhia, e os novos controladores é que teriam o poder de eleger o conselho de administração, e esse conselho escolheria a diretoria".Alencar disse que não há risco de estatização da Varig pelo fato de grande parte dos credores serem companhias estatais. "O Estado não tem interesse em estatizar a companhia", afirmou. Se a proposta do deputado for levada adiante, as estatais venderão suas ações no mercado. Ele disse que "o mercado pode ficar tranqüilo, pois a Varig é uma empresa que tem potencial". Segundo ele, todos querem uma solução para a empresa. O ministro também alertou que o governo não permitirá que as empresas aéreas continuem inadimplentes com seus fornecedores, passando cheques sem fundos, como tem ocorrido.

Agencia Estado,

15 de dezembro de 2004 | 17h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.