carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Alerta do FMI sobre juro alto foi aos endividados, diz Krueger

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Anne Krueger, minimizou preocupações sobre o potencial efeito de eventual elevação nas taxas de juro nos EUA sobre os mercados emergentes durante entrevista para abertura do encontro conjunto do FMI e do Banco Mundial. "Espero que a alta nos juros seja gradual e que haja tempo para ajuste na maior parte dos países", disse Krueger.Segundo ela, os alertas feitos pelo FMI, de que os mercados emergentes precisam preparar-se para alta nos juros, diziam respeito a países com elevado endividamento, os quais podem sofrer novas restrições em seus gastos com prioridades sociais.O ambiente econômico favorável oferece oportunidade aos países desenvolvidos e em desenvolvimento para enfrentar problemas de longo prazo, acrescentou. "Os governos aprenderam que colocar reformas de lado, apenas aumenta o estoque de problemas", disse. "Os problemas são mais difíceis de enfrentrar e as reformas de serem implementadas em momentos de desaceleração econômica", afirmou Krueger.A atual diretora do FMI afirmou ainda que o crescimento econômico deve ser sustentado se a Europa e o Japão registrarem expansão maior e houver redução da dependência econômica global do consumo norte-americano. Krueger disse ainda que os preços do petróleo não ameaçam o crescimento econômico. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

22 de abril de 2004 | 12h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.