Alguns produtos custam 50% menos que em 2011

Pesquisa mostra que televisores de LED estão custando metade do preço em relação ao Natal do ano passado

ÉRICA TERUEL , DIEGO CARDOSO, TOMÁS M. PETERSEN/, ESPECIAL PARA O ESTADO, O Estado de S.Paulo

26 de novembro de 2012 | 02h06

Neste fim de ano, TVs de LED estão quase 50% mais baratas em relação a 2011, segundo pesquisa da Shopping Brasil feita a pedido do Estado. A pesquisa foi realizada com base em produtos mais frequentes anunciados em jornais e encartes de 700 varejistas espalhados pelo País.

Em novembro de 2011, o preço mais frequente anunciado de um modelo de TV de LED 32 polegadas era R$1.899. Hoje, pode ser adquirida por R$ 999. Do mesmo tamanho, o modelo de TV 3D teve queda de 40,75%de preço. A TV de LCD de 32 polegadas ficou 25% mais barata no período.

O grande destaque deste Natal serão os modelos de TVs de LED e isso empurrou o preço dos modelos de LCD, que é a tecnologia mais antiga, para baixo, de acordo com o diretor do setor de eletrônicos do Extra, Marcelo Muller. "As TVs de LED também tiveram redução porque a indústria, por acreditar na venda desse produto, reforçou a linha de produção e trouxe mais opções ao consumidor", explica.

Para o presidente da Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletrônicos (Eletros), Lourival Kiçula, a evolução tecnológica também influenciou os preços. "O preço dos produtos está caindo por causa das novas tecnologias, da inovação."

O gerente de comunicação da Sony Brasil, Luciano Bottura, afirma que a aposta para o Natal de 2012 é a linha de Smart TVs, aparelhos com softwares embarcados (como jogos) que geralmente acessam a internet. "Esse segmento tem crescido muito. De 21 modelos disponíveis, 16 são Smart TVs". Para Kiçula, da Eletros, essa é uma tendência de todo o mercado. "De 35% a 40% das TVs vendidas em 2012 serão Smart TVs."

As câmeras digitais compactas também sofreram queda expressiva nos preços. Os modelos de alta definição, com 13 megapixels ou mais, eram vendidos por R$ 599 no fim de 2011 e agora saem por R$ 399.

Outra aposta do mercado são os tablets. Para Georges Souyoltgis, diretor da Nova Pontocom (empresa de e-commerce que opera as marcas casasbahia.com.br, extra.com.br e pontofrio.com), o produto terá destaque por se tratar de uma tecnologia nova. "Esperamos um crescimento de vendas forte."

O iPad 2, principal produto do segmento no fim de 2011, também está mais barato, em razão do lançamento do iPad 3. A pesquisa mostra que o modelo com Wi Fi, 3G e 16GB, vendido por R$ 2.049 em novembro de 2011, pode ser comprado hoje por R$1.570, queda de 23,4%. A constante substituição de modelos, entretanto, dificulta uma análise mais precisa da variação de preços, o que também acontece com os smartphones.

Com os notebooks, os produtos que utilizam processadores Intel Core i7 tiveram uma queda de 20% nos preços mais frequentes. Os notebooks com tecnologia Intel Core i3 são os mais presentes nos anúncios do varejo entre 2011 e 2012.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.