finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Alimentos deverão ter fiscalização sanitária

Especialistas reunidos para discutir questões sanitárias e econômicas de doenças causadas por alimentos propõem hoje a criação da Comissão Pan-Americana de Inocuidade de Alimentos (Copaia). O anúncio será durante a 12ª Reunião Interamericana em Nível Ministerial sobre Saúde e Agricultura.Um dos objetivos da Copaia será conscientizar a sociedade de que deve cobrar do governo ações que garantam alimentos livres de contaminação. Além disso, a Copaia deverá estimular a criação de serviços de inspeção, organizar sistemas de vigilância e reforçar estruturas de laboratórios de análises."Os alimentos exportados são bem controlados, para não ter nenhuma contaminação", diz Cláudio Almeida, diretor do Instituto Pan-Americano de Proteção de Alimentos e Zoonoses (Inppaz) da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). "Temos de exigir o mesmo rigor para o consumo interno." Segundo ele, o rigor das exportações acaba prejudicando o consumidor interno que, sem exigir qualidade, fica com produtos inferiores. O maior perigo das doenças causadas por alimentos encontra-se nas próprias residências dos consumidores. De acordo com dados do Inppaz, 41% dos surtos registrados nas Américas entre 1997 e 2000 foram provocados por alimentos consumidos em casa. Produtos vendidos por ambulantes causaram apenas 1,5% dos surtos. Responsáveis por 68% dos surtos com causa conhecida, as bactérias são os principais agentes de contaminação.

Agencia Estado,

02 de maio de 2001 | 13h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.