Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Alimentos no atacado perdem força e IGP-DI sobe menos

A inflação pelo Índice Geral dePreços-Disponibilidade Interna (IGP-DI) iniciou o ano emdesaceleração, apesar de em ritmo um pouco menor que oesperado, refletindo uma diminuição da pressão de algunsalimentos agrícolas no atacado. O indicador subiu 0,99 por cento em janeiro, abaixo da altade 1,47 por cento em dezembro, informou a Fundação GetúlioVargas (FGV) nesta sexta-feira. Analistas consultados pelaReuters previam alta de 0,91 por cento. Entre os componentes do IGP-DI, o Índice de Preços porAtacado (IPA) subiu 1,08 por cento, ante alta de 1,90 por centoem dezembro. O IPA agrícola desacelerou a alta para 1,60 por cento emjaneiro, ante 4,27 por cento em dezembro. O avanço do IPAindustrial também perdeu força, de 1,01 para 0,88 por cento. As principais quedas individuais de preços no atacadovieram do setor agrícola: milho em grão, ovos, leite in naturae uva. As maiores altas vieram de soja em grão, tomate e arroz. Após a entressafra no final do ano, os preços dos bovinosrecuaram em 0,42 por cento em janeiro. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) avançou 0,97 porcento no mês passado, frente à variação positiva de 0,70 porcento no anterior. A aceleração decorreu principalmente por causa do grupoEducação, leitura e recreação, que em um movimento sazonal teveaumento de preços de 2,52 por cento. Os custos de Alimentação também avançaram em ritmo maiorque em dezembro, em 2,10 por cento. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) teve altade 0,38 por cento em janeiro, comparado a aumento de 0,59 porcento em dezembro. (Por Vanessa Stelzer)

REUTERS

08 de fevereiro de 2008 | 09h12

Tudo o que sabemos sobre:
INFLACAOIGPDIATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.