Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Alimentos pressionam atacado e IGP-M sobe 0,80%

A pressão dos alimentos no atacadofez com que o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) abrissesetembro com alta de 0,80 por cento, ante avanço de 0,27 porcento no mesmo período de agosto. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou nesta quarta-feiraque o Índice de Preços por Atacado (IPA) avançou 1,19 por centona primeira leitura do mês, frente a 0,29 por cento no mesmoperíodo de agosto. Entre os bens finais, "contribuiu para a aceleração osubgrupo ''alimentos processados'', cuja taxa passou de 1,19 porcento para 2,34 por cento", detalhou a FGV em nota. Já no Índice de Preços ao Consumidor (IPC) os alimentoscontribuíram para uma desaceleração da taxa. O IPC subiu apenas0,05 por cento, depois de ter avançado 0,14 por cento naprimeira prévia de agosto. Nesse caso, os preços do grupo Alimentação caíram 0,25 porcento na abertura de setembro depois da alta de 0,54 por centoem igual período de agosto. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) registroualta de 0,13 por cento, frente a 0,42 por cento na abertura domês anterior. (Por Daniela Machado)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.