Alimentos têm a maior alta no IPC-Fipe desde 2003

A alta de 0,71% do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) na primeira prévia de dezembro, divulgada hoje pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), foi a mais expressiva desde a terceira semana de janeiro de 2007, quando a inflação na capital paulista foi de 0,85%. A informação consta da série histórica da instituição.O grupo de produtos de alimentação, o principal responsável pela inflação neste início de mês, subiu 2,23% no primeiro levantamento de dezembro e atingiu a variação média de preços mais significativa desde a segunda quadrissemana de janeiro de 2003, quando a elevação havia sido de 2,65%. Entre as altas mais expressivas dos alimentos, é destaque o comportamento de preços do feijão, que teve elevação de 23,38%. A carne bovina subiu 9,47%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.