Alívio do Fed é passageiro e Bovespa despenca 4,6%

A Bolsa de Valores de São Paulovoltou a cair com força nesta quarta-feira e anulou toda avalorização da véspera, quando o corte surpresa do juronorte-americano acalmou brevemente os mercados financeirosglobais. O pânico de uma recessão nos Estados Unidos voltou adominar as mesas de operação em todo o mundo. O Ibovespa,principal indicador da bolsa paulista, fechou em queda de 4,59por cento, a 53.523 pontos, segundo dados preliminares. No pior momento do dia, o índice chegou a cair 5,5 porcento. A semana tem sido de fortes oscilações na bolsa paulista:na segunda-feira o Ibovespa caiu 6,6 por cento e na terça-feirasubiu 4,45 por cento depois que o Fed reduziu o juro básico dosEUA em 0,75 ponto percentual. "O mercado está precificando uma recessão", disse BrianGendreau, estrategista de investimentos do ING InvestmentManagement, em Nova York. (Por Cesar Bianconi)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.