Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Alshop e CEF firmam parceria para linhas de crédito

A Associação Brasileira de Lojistas de Shoppings (Alshop) assinou nesta quinta-feira um convênio nacional com a Caixa Econômica Federal (CEF) para facilitar o acesso dos empresários e funcionários do setor a linhas de crédito e demais serviços bancários.A parceria é semelhante à que a instituição financeira firmou com o setor de hotéis, supermercados e indústrias de São Paulo. De acordo com o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, o convênio possibilitará aos empresários e trabalhadores créditos a juros mais baixos. Ele destaca, por exemplo, que o setor paga entre 5% e 7% de juros para descontar cheques ou duplicatas, porcentual que cairá para menos da metade com a parceria firmada com a CEF. "Para antecipar o pagamento de cartões de crédito o lojista hoje chega a pagar 7,5%, valor que com o convênio vai passar para 2,25% ao mês mais a TR", exemplifica Sahyoun.O superintendente nacional de Administração da Rede de Vendas da CEF, José Henrique Marques da Cruz, explica que os lojistas terão agora acesso a todas as linhas de produtos e serviços para pessoa jurídica da instituição financeira, seja para crédito ou investimento.Entre os destaques, estão o GiroCAIXA, com recursos do PIS e voltado a empresas com faturamento bruto anual de até R$ 7 milhões. O serviço disponibiliza financiamento de até R$ 20 mil com taxa de juros mensais de 0,83% mais a TR. Na categoria investimentos, ele ressalta o Proger que financia até 90% do projeto, limitado a R$ 400 mil, com prazo de até 48 meses, cuja taxa de juros é de 0,41% ao mês mais TJLP."E, para os vendedores, disponibilizaremos o Consignação Caixa, que permite crédito pessoal descontado em folha", completa Cruz. Segundo ele, dos R$ 10 bilhões de crédito para débito em folha, a Caixa responde por R$ 3,5 bilhões, a maior parcela do mercado. As taxas de juros variam de 1,75% a 3,3% ao mês. Os valores de concessão vão de R$ 100 a R$ 100 mil. Os lojistas e vendedores que aderirem à parceria se tornarão correntistas do banco.

Agencia Estado,

23 de dezembro de 2004 | 14h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.