Alta das commodities está sendo revertida, diz Mantega

Segundo ministro da Fazenda, queda nos preços vai levar inflação para o centro da meta mais rapidamente

Fabio Graner, da Agência Estado,

11 de agosto de 2008 | 16h03

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta segunda-feira, 11, que ficou satisfeito com a redução da inflação, o que significa que o processo de alta das commodities está "sendo revertido" e vai ajudar a acelerar a convergência da inflação para o centro da meta (4,5% ao ano).  Veja também: Entenda os principais índices de inflação  Entenda a crise dos alimentos  De olho na inflação, preço por preço "Isto (queda das commodities) vai fazer com que nossa inflação possa caminhar mais rapidamente para o centro da meta no futuro. Mas isso não significa que devemos descuidar. O governo continuará empenhado em controlar a inflação, pois ela sempre pode voltar e se difundir", afirmou Mantega em entrevista coletiva após a reunião do Conselho de Administração da Petrobras.  Questionado se o governo vai aumentar o superávit primário para reforçar o combate a inflação, Mantega afirmou que o governo "já está fazendo um bom superávit primário", mas ressaltou que o aperto fiscal é "uma excelente arma para combater a inflação, pois reduz o dispêndio público e ajuda a segurar a demanda agregada".

Tudo o que sabemos sobre:
InflaçãoCommoditiesGuido Mantega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.