carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Alta de ações leva cotistas a saques

Pequenos investidores lideram resgates, de olho na rentabilidade de 34,67% acumulada pelo Ibovespa no ano

Mariana Segala e Yolanda Fordelone, O Estadao de S.Paulo

25 de maio de 2009 | 00h00

A recuperação da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) veio seguida de um movimento de saída dos fundos de investimentos em ações. Em 2009, até o dia 20 de maio, os resgates superaram em R$ 551 milhões as aplicações nas carteiras de renda variável, que somam patrimônio total de R$ 63,5 bilhões, de acordo com o site Fortuna. No ano passado inteiro, mesmo com a forte volatilidade da Bolsa, os depósitos haviam superado em R$ 2 bilhões os saques.Os resgates têm se concentrado nos fundos destinados aos pequenos investidores, como o funcionário público Daniel Gonçalves, que chegou a amargar prejuízo de 25% no final de 2008, em meio ao pior momento da crise. "Depois de recuperar praticamente todo o prejuízo, fiquei receoso de deixar o dinheiro no fundo", diz. Os resgates líquidos nos 127 fundos de ações da Seleção AE Fortuna de Fundos Populares somam R$ 542 milhões em 2009 (quase o total do período), frente a patrimônio de R$ 23 bilhões.''Parte dos pequenos investidores, que enxergava nos movimentos de alta uma oportunidade de entrada, está meio desconfiada com a recuperação da Bolsa, até porque as notícias não dão suporte para um avanço como o de 2006 e 2007'', avalia o superintendente de gestão de fundos do Santander Asset Management, Alexandre Silvério. Fundos da Vale e Petrobrás oferecidos pelo Real, Banco do Brasil, Bradesco e Safra estão entre os que tiveram mais resgates."A Vale chegou a subir mais de 40% no ano. Agora, com a proximidade da negociação do preço do minério de ferro, investidores ficam receosos de as ações terem um recuo", avalia o superintendente-executivo de renda variável do Bradesco Asset Management, Herculano Aníbal Alves."No fim do ano, os preços-alvo dos analistas para o Ibovespa rondavam os 50 mil pontos. Já passamos disso. É normal que o investidor se sinta à vontade para realizar lucro", acrescenta o gerente de fundos de ações da BB DTVM, Rubens Monteiro.ENTENDAIbovespa - Os papéis que fazem parte da carteira teórica respondem por mais de 80% do número de negócios e do volume financeiro do mercado. A cada quatro meses, há uma revisão da carteira.Volatilidade - Indica a intensidade e a frequência dos aumentos e das reduções nos preços de uma ação, cota de fundo de investimento, índice de Bolsa, entre outros, em determinado período.AçõesSadia PN subiu 13,3% na semana, embalada pelo anúncio de fusão com a concorrente Perdigão. A reação inicial do mercado à emissão prevista de R$ 4 bilhões em ações foi negativa. Mas a perspectiva de ganhos com escala e sinergias entre as empresas terminou por beneficiar os papéis da Sadia. Na sexta-feira, os presidentes dos conselhos das duas companhias se reuniram com a direção do Cade para discutir o acordo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.