Alta de setembro no IPCA é puramente pontual, diz IBGE

A gerente do Departamento de Indices de Preços do IBGE, Eulina Nunes dos Santos, disse hoje que a alta de 0,78% do IPCA em setembro "é puramente pontual e não significa descontrole da inflação ou alta generalizada de preços". Ela lembrou que a alta dos alimentos já era esperada, por causa da entressafra, mas ainda assim não foi generaliza e os produtos não alimentícios tendem a ter os reajustes em menor ritmo a partir de agora. Para Eulina, a inflação de outubro não terá tantas pressões quanto a de setembro. "De uma forma geral, as pressões para a inflação em outubro serão menores que as de setembro", disse ela. Em outubro, segundo Eulina, já estão dadas contribuições para a inflação de resíduos dos reajustes do telefone fixo, do seguro-apagão na energia elétrica e dos táxis em São Paulo, mas ela adiantou que "não há perspectivas, até o momento, de impactos fortes nas tarifas públicas em outubro". No caso dos alimentos, Eulina disse que ainda não é possível fazer uma estimativa do comportamento dos preços em outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.