Alta do juro mostra compromisso do BCE no combate à inflação

O aumento do juro promovido peloBanco Central Europeu (BCE) foi um sinal da seriedade com que ainstituição encara o combate à inflação, afirmaram diretores doBC, que organizaram uma ofensiva de relações publicas parajustificar a decisão tomada na quinta-feira. Em entrevistas a diversos veículos de comunicação da zonado euro, alguns dos integrantes da diretoria do BCE negaram queo aumento do juro, para 4,25 por cento --o maior em quase seteanos--, iria prejudicar a expansão econômica. Os diretorestambém disseram que a inflação em alta é o maior perigo para aregião. Yves Mersch, de Luxemburgo, afirmou que o BCE pode fazerpouco para influenciar o aumento dos preços internacionais dascommodities, mas poderia dar alguns passos para evitar umapressão sobre salários na zona do euro. "Nós estamos enviando um sinal hoje que mostra que estamosdeterminados a agir contra a inflação produzida em casa",afirmou Mersch ao jornal Luxemburger Wort. O BCE elevou a taxa básica de juro em 0,25 pontopercentual, mas o presidente da instituição, Jean-ClaudeTrichet, afirmou que a diretoria do BC não adota um viés emfavor de novos aumentos da taxa, o que reduziu as expectativasdo mercado por um avanço do juro no curto prazo. O presidente do Bundesbank, Axel Weber, disse que osmembros do BC não podem ficar parados enquanto a inflação sobepara um patamar que representa mais do que o dobro do nível querepresenta estabilidade dos preços, o que potencialmente elevaas expectativas de inflação e prejudica a confiança no trabalhodo BCE. Alguns riscos já se materializaram, o que faz com que aação seja imperativa, afirmou Weber em entrevista ao jornalSuedkurier. A inflação na zona do euro atingiu o recorde de 4 por centoem junho. O teto da meta de inflação da região é de 2 porcento.

KRISTA HUGHES, REUTERS

04 de julho de 2008 | 09h57

Mais conteúdo sobre:
MACROZONAEUROJURO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.