Alta do petróleo ajuda Bolsa a subir

Avanço da commodity garante ganhos a papéis da Petrobrás e neutraliza influência negativa das ações em NY

Alessandra Taraborelli, Denise Abarca e Lucinda Pinto, O Estadao de S.Paulo

29 Dezembro 2008 | 00h00

Os mercados ontem começaram a semana sob forte volatilidade, acentuada pelo ambiente de liquidez enfraquecida. Apesar da pressão de baixa das bolsas americanas, a Bovespa conseguiu fechar no azul, graças ao desempenho das ações da Petrobrás. O Ibovespa terminou em alta de 0,53%, a 37.060,16 pontos, com volume financeiro de R$ 1,95 bilhão. Os ganhos dos papéis da estatal foram assegurados pela aceleração da alta nos preços do petróleo no exterior. O barril em Nova York disparou mais de 6%, para acima de US$ 40, influenciado, entre outros fatores, pelo noticiário em relação aos ataques israelenses na Faixa de Gaza. O avanço da commodity pesou também para as perdas das ações em Nova York, afetadas ainda por frágeis índices regionais de atividade industrial nos EUA. O Dow Jones caiu 0,37%, o Nasdaq cedeu 1,30% e o S&P 500 recuou 0,39%. Nos juros futuros na BM&F, as taxas abriram o dia pressionadas,mas se acomodaram em baixa à tarde. O vencimento janeiro de 2010 ficou em 12,30%. O câmbio teve uma sessão de poucos negócios. O dólar no balcão terminou na máxima de R$ 2,415, em alta de 1,90%. FRASE Salomão Quadros coordenador de Análises Econômicas da Fundação Gétulio Vargas "A inflação deverá ser a parte boa do noticiário econômico em 2009"

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.