Alta do petróleo segue abatendo humor nas bolsas da Ásia

A maior parte das bolsas de valoresda Ásia declinou pelo quarto dia seguido nesta sexta-feira,ainda refletindo as preocupações sobre inflação resultantes daescalada do petróleo. O índice do Japão, por outro lado, subiu 0,24 por cento, a14.012 pontos, impulsionado por setores que costumam ter boaperformance em períodos de fraqueza econômica. O índice MSCI da Ásia exceto Japão, caía 1,17 por centopela manhã, a 484 pontos. Na véspera, o petróleo encerrou em queda, mas apenas depoisde bater novo recorde acima dos 135 dólares o barril. Osinvestidores temem que os elevados custos de energia afetem ademanda do consumidor e o investimento empresarial. "Finalmente, após 10 ou 15 anos, a ameaça da inflação estáaqui. Isso é algo que nós não vínhamos experimentando faziaalgum tempo... Então as pessoas estão muito cautelosas', disseNaruki Nakamura, diretor de portfólio do Fischer Francis Trees& Watts. A bolsa de Hong Kong perdeu 1,31 por cento, a 24.714pontos. Em Taiwan, a queda foi de 1,9 por cento, a 8.834pontos. Em Tóquio, os destaques de alta foram as farmacêuticas,após a Roche Holding AG dizer que aumentará sua participação naChugai Pharmaceutical .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.