Alta do PIB irlandês é raro ponto positivo na Europa

O crescimento da Irlanda superou em muito as expectativas no segundo trimestre, saltando para 1,6 por cento e proporcionando uma rara esperança para a conturbada economia da zona do euro, com o investimento melhorando e as exportações compensando a demanda fraca do consumidor interno.

REUTERS

22 de setembro de 2011 | 10h47

Analistas esperavam que o Produto Interno Bruto (PIB) crescesse apenas 0,25 por cento no trimestre em uma base ajustada sazonalmente.

O Produto Nacional Bruto (PNB), visto por alguns economistas como indicador mais preciso da situação da economia porque retira os ganhos das multinacionais com sede irlandesa, subiu 1,1 por cento entre abril e junho, perto das previsões de 1 por cento.

A agência de estatísticas do país revisou de 1,3 para 1,9 por cento a estimativa para o crescimento do PIB no primeiro trimestre.

O déficit em conta corrente da Irlanda atingiu 488 milhões de euros, ante déficit de 504 milhões de euros no mesmo período do ano passado.

(Reportagem de Carmel Crimmins e Padraic Halpin)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROIRLANDAPIB*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.