Estadão
Estadão

Alta do PIB no 3º trimestre deixa Brasil em 43º lugar em ranking de 54 países

Brasil ficou à frente de países como Suíça, Reino Unido, Turquia, Alemanha, Itália e África do Sul na lista elaborada pela agência de classificação de risco Austin Rating

Daniela Amorim, Mariana Durão e Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

03 de dezembro de 2019 | 18h31

RIO - O crescimento de 1,2% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no terceiro trimestre de 2019 ante o mesmo trimestre de 2018 fez o País figurar na 43ª posição num ranking internacional de desempenho da atividade econômica com 54 países, compilado pela agência de classificação de risco Austin Rating.

Os dados do PIB brasileiro foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que anunciou nesta terça, 3, os resultados das Contas Nacionais Trimestrais.

O Brasil ficou à frente de países como Suíça (1,1% no terceiro trimestre de 2019 ante o terceiro trimestre de 2018), Reino Unido (1,0%), Turquia (0,9%), Alemanha (0,5%), Itália (0,3%) e África do Sul (0,1%).

Os três locais com resultados negativos no ranking da Austin foram Islândia (-0,1%), México (-0,3%) e Hong Kong (-2,9%).

A liderança foi ocupada pela economia da Armênia (7,9%), seguida por Filipinas (6,2%) e China (6,0%). Os Estados Unidos ficaram em 29º lugar, com avanço de 2,1% no PIB. A Rússia foi o 34º colocado, com crescimento de 1,7%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.