Alta em NY estimula mercados asiáticos

O desempenho positivo em Wall Street na sexta-feira, quando o Dow Jones subiu 0,95% e o Nasdaq teve valorização de 1,78%, animou os investidores do sudeste asiático. O Nikkei 225 da bolsa de Tóquio subiu 0,79%, liderado por papéis de empresas exportadoras, de alta tecnologia e telecomunicações. O pregão em Seul encerrou misto com alta de 0,36% do índice Kospi. A preocupação com as altas nos EUA, que para muitos são temporárias, e a grande queda no preço das ações da blue chip Posco contraíram os ganhos da bolsa, que havia encerrado a primeira parte dos negócios com melhor desempenho. Taiwan fechou praticamente estável, com leve alta de 0,06%, depois de ter caído 3,76% na sexta-feira. As blue chips Taiwan Semiconductor Manufcaturing e a United Microelectronics continuaram a registrar perdas com a perspectiva de queda nos lucros no terceiro trimestre. Já o mercado filipino registrou queda de 1,01%, aos 1.118,03 pontos, o menor nível em sete meses, ainda em decorrência dos problemas fiscais do governo e da grande queda sofrida pelos ADRs da blue chip Philippine Long Distance Call na sexta-feira. No intervalo dos negócios, as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: +1,05%; Indonésia: +0,75%; Malásia: +0,23%; Tailândia: +0,72% e Cingapura: +0,68%.

Agencia Estado,

29 de julho de 2002 | 04h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.