Alta na tarifa de ônibus eleva IPCA-15

Tarifas de ônibus mais caras puxaram para cima o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15), que saltou de 0,69% para 0,76% de dezembro para janeiro. Para economistas, a taxa ficou acima do esperado, e deve ajudar a conduzir um ciclo longo de aperto monetário, com juros mais altos para segurar preços.

Alessandra Saraiva, O Estado de S.Paulo

27 de janeiro de 2011 | 00h00

A taxa máxima esperada pelos analistas consultados pela Agência Estado era de 0,75%. O IPCA-15 é a prévia do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), índice oficial do governo e referência para as metas de inflação - que é de 4,5% em 2011, com margem de dois pontos porcentuais para cima ou para baixo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.