Alto estoque e preço baixo favorecem locação

Os candidatos a inquilino estão num ótimo momento para assinar o contrato, segundo especialistas do mercado. O número de ofertas de imóveis é recorde desde 1994 e os valores dos aluguéis têm se mantido abaixo da inflação na cidade de São Paulo. Essa situação deve permanecer, pelo menos, até novembro. No período que se segue, entre dezembro e janeiro, é comum haver um aquecimento do mercado, com aumento na procura e conseqüente alta nos preços."No fim de ano todo mundo quer mudar da casa", diz o vice-presidente de locação do Sindicato da Habitação (Secovi-SP), Sérgio Lembi. "Até meados de novembro será uma boa época para alugar imóveis." Segundo ele, a insegurança na economia mundial é um dos motivos de o mercado estar "parado". "A alta do dólar, a guerra no Afeganistão, tudo isso influencia o setor", afirma.Atualmente, há 40.100 casas e apartamentos com a placa "aluga-se" na cidade, segundo levantamento feito pela Associação das Administradoras de Bens, Imóveis e Condomínios (Aabic). "Mas tem muito imóvel no mercado em mau estado de conservação, velhos", alerta Lembi.Nesse caso, vale a pena fazer uma boa pesquisa antes de optar por um determinado produto. O conselho do Procon é que o futuro inquilino observe atentamente as condições gerais da casa ou apartamento durante a visita. "Às vezes, uma pintura bem feita pode esconder problemas", diz a assistente de direção do Procon Edila Moquedace de Araújo.Oferta para classe média é menorSegundo o presidente da Aabic, José Roberto Graiche, o estoque de imóveis disponíveis para locação está distribuído por toda a cidade. "Em São Paulo, cada bairro é como se fosse uma cidade, com imóveis de todos os tipos", diz.No entanto, a maior parte das ofertas tem preço acima de R$ 700,00, justamente porque a demanda é mais forte abaixo dessa faixa de valor. "A classe média acaba sendo afetada com essa situação." Com o estoque atual, a média de oferta é de quatro unidades por pretendente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.