Aluguéis caem 0,7% em junho

Levantamento do Sindicato da Habitação de São Paulo (Secovi-SP) sobre o comportamento do mercado de locação, realizado em junho de 2002, revelou queda de 0,7% nos valores de aluguéis. Considerando a variação dos valores de locação dos últimos 12 meses, observou-se alta de 3,5% e, comparando com os aluguéis do início deste ano, um crescimento médio de 2,5% no semestre. Os dados, que compõem a Pesquisa Mensal de Valores de Locação Residencial, foram coletados em uma amostra de 140 empresas que operam na cidade de São Paulo. A diminuição foi maior nos imóveis de 1 e 2 dormitórios (1%); nos de 3, o índice teve queda de 0,5%. Constatou-se que o movimento de baixa foi maior nas unidades sem vaga para automóvel, que tiveram queda de 2%.De acordo com 44% das imobiliárias consultadas, ocorreu diminuição na quantidade de imóveis locados em junho. Esse comportamento foi mais comum nas imobiliárias que operam com casas do que com as que operam com apartamentos. Para 51% das empresas, a oferta de imóveis permaneceu estável no período.Queda foi em todas as regiõesHouve queda no número de imóveis alugados em junho em todas as regiões. Entretanto, quando analisados por tipo de moradia, os dados mostraram estabilidade no segmento de apartamento nas Zonas Norte, Sul e Leste e redução nas áreas Oeste e Centro. Nas casas, a baixa foi constatada em todas as áreas.A grande maioria dos imóveis foi classificada como "em boas condições" (67%) ou "em ótimo estado" (18%). Os apartamentos apresentaram-se mais "em melhor estado" que as casas.O Secovi-SP também realiza periodicamente sondagens sobre o comportamento do mercado. Em seu último levantamento - que comparou o primeiro trimestre de 2002 com o último de 2001 - um dos pontos abordados foi o Índice de Velocidade de Locação (IVL), que mede o período, em dias, que os imóveis levam para ser alugados.Segundo os dados, o IVL médio geral do 1º trimestre de 2002 foi de 42 dias. No final do ano passado, o índice foi de 45 dias. As casas de 1 e 2 dormitórios apresentaram índice médio de 28 dias; e os imóveis de 3 dormitórios, 50 dias. No segmento de apartamentos, as kitinetes e os apartamentos de 1 dormitório tiveram IVL de 30 dias; os de 2 quartos, 34 dias; e os de 3 quartos, 57 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.