Aluguéis residenciais sobem 0,6% em março

O preço dos aluguéis da cidade de São Paulo aumentou, em média, 0,6% no mês de março segundo pesquisa divulgada pela Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC). A alta praticamente acompanhou o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) de março, que foi de 0,56%. No acumulado do ano, o Índice Periódico de Valor Médio dos Aluguéis Residenciais (Ipevemar) acusa variação de 1,92%, meio ponto percentual acima da oscilação do índice de preços (1,42%).Para o presidente da AABIC, José Roberto Graiche, a ligeira elevação nos valores dos aluguéis decorre de dois fatores: o reaquecimento da economia e o fato de que a procura por imóveis para locação tende, historicamente, a ser um pouco maior no início do ano. "Em março, houve um aumento significativo no volume de negócios, o que refletiu na queda das ofertas", avalia Graiche. A alta de 0,6% dos aluguéis no mês de março foi puxada principalmente pelas quitinetes, cujos valores locatícios subiram 3,67%. O aluguel de casas de um dormitório subiu 3,40% e o dos apartamentos de três dormitórios, 2,90%. Mas também foram registradas quedas, de 1,26% para casas de um dormitório, de 1,06% para apartamentos de um dormitório e 1,08% nos apartamentos de dois dormitórios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.