Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Aluguéis têm alta de 0,8% em abril em SP

Os preços dos aluguéis residenciais apresentaram uma alta de 0,8% na cidade de São Paulo no mês de abril em relação aos preços praticados em março. O resultado foi registrado na Pesquisa Mensal de Valores de Locação Residencial do Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Comerciais e Residenciais de São Paulo (Secovi-SP). Os dados da pesquisa foram coletados em 150 imobiliárias que operam na capital paulista.Os valores de locação de casas e apartamentos nas regiões Centro e Oeste de São Paulo apresentaram quedas de 0,7% e 0,4%, respectivamente, enquanto as demais regiões registraram um aumento em torno de 1%. Os imóveis de três dormitórios apresentaram uma alta de 2%. As unidades de um dormitório mostraram elevação de 0,4% e as de dois dormitórios, de 0,2%."Esse aumento é resultado do período de renovação de contratos, que acontece principalmente nos primeiros meses. Os reajustes são mais notados em abril, quando as negociações já estão concretizadas. A tendência é de estabilização com leve alta", afirma o vice-presidente de Locação do Secovi-SP, Sergio Luiz Abrantes Lembi.Despejos voltam a cair na CapitalO volume total de ações locatícias na cidade de São Paulo apresentou queda de 21,9% em abril comparado ao mês de março. De acordo com dados levantados pelo Secovi-SP junto ao Tribunal de Justiça, registraram-se 2.282 ações em abril contra 2.922 ações do mês anterior.

Agencia Estado,

08 de maio de 2001 | 16h11

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.