Aluguel residencial cai 0,83%

Os proprietários de imóveis residenciais anunciaram, em julho, preços de aluguéis 0,83% mais baixos, em média, que os ofertados no mês anterior, segundo levantamento realizado pela Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo (AABIC). No período, a inflação medida pelo IGP-M ficou em 1,57%. No acumulado do ano, os valores dos aluguéis registram alta de 2,72%, ficando abaixo do IGP-M, que oscilou 4,79% de janeiro a julho.Segundo a pesquisa, as maiores quedas de julho foram observadas nos apartamentos de três (-5,39%) e quatro dormitórios (-1,39%). Já o aluguel médio para as unidades de um dormitório tiveram aumento de 2,59%. A oferta de imóveis em julho ficou estável em relação a junho, fechando o mês com 35.000 unidades para locação. É, porém, o maior número registrado desde o Plano Real e representa aumento de 23,5% em relação à oferta apurada no mesmo período do ano passado, quando havia 28.350 imóveis no mercado de locação residencial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.