Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Amaral participará da assinatura do acordo Embraer/Avic2

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sergio Amaral, participa, segunda-feira, em Pequim, na China, da assinatura da parceria entre a Embraer e a empresa chinesa, Avic 2. O acordo prevê inicialmente a fabricação conjunta de 40 aeronaves do modelo ERJ-145 (foto). O ministro embarca para a China hoje à noite. Segundo informações do Ministério do Desenvolvimento, a construção de uma fábrica na China reduzirá os custos da Embraer e trará competitividade à empresa naquele mercado. Hoje, a carga tributária sobre a importação de aviões comerciais regionais encarece em até 24% o custo de importação e torna o jato brasileiro economicamente inviável no mercado chinês. As negociações entre as duas empresas levaram cerca de dois anos. A China é considerada um dos mais promissores mercados para a aviação comercial. A Embraer, informou o Ministério, estima que o mercado chinês será responsável pela compra de 400 jatos regionais nos próximos dez anos. O ministro terá também encontros com autoridades chinesas para discutir o acordo bilateral de cooperação industrial que está sendo negociado, envolvendo o Programa Brasileiro do Álcool (Proálcool) e o setor automotivo.

Agencia Estado,

28 de novembro de 2002 | 13h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.