coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Amaral quer que Zona Franca seja plataforma exportadora

O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, informou que o governo está discutindo diretrizes que possam transformar a Zona Franca de Manaus em uma plataforma exportadora. Pela manhã, o ministro participou de uma reunião com integrantes do governo envolvidos na revitalização da Zona Franca. Segundo Sérgio Amaral, estão sendo discutidos programas que possam atrair investimentos para a região e que possam integrar a Zona Franca de Manaus ao mercado nacional."Precisamos imaginar se as negociações com a União Européia e com a Alca vão se transformar realmente num acordo de livre comércio. Então, as indústrias de outras regiões do País e as da Amazônia deverão estar nas mesmas condições", explicou o ministro. Ele ressaltou ainda que é preciso compatibilizar os critérios de um pólo regional de desenvolvimento com uma política exportadora do governo. Segundo o ministro, o programa de discussão sobre a Zona Franca de Manaus é importante para dar um horizonte aos investidores, que estão instalados na Amazônia. Sérgio Amaral acredita ainda que a prorrogação dos incentivos da Zona Franca de Manaus é menos importante do que discutir o futuro da Zona Franca. "A discussão da prorrogação tem que levar em conta quais os objetivos que queremos para a Zona Franca de Manaus", afirmou. Está em tramitação na Câmara dos Deputados um projeto que prorroga até 2040 os incentivos da Zona Franca de Manaus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.