Amazon dá até 15% de desconto em compras de supermercado
Conteúdo Patrocinado

Amazon dá até 15% de desconto em compras de supermercado

Clientes podem programar recebimento mensal de itens indispensáveis

Estadão Blue Studio, O Estado de S.Paulo
Conteúdo de responsabilidade do anunciante

23 de julho de 2021 | 09h15

Se você nunca fez compras de mercado pela Amazon, é possível que estas vantagens listadas aqui façam você mudar de ideia. Além da praticidade de ter seus produtos na porta de casa, sem precisar pegar trânsito ou se arriscar em uma aglomeração, a opção online traz vantagens no bolso.

O Amazon Super, por exemplo, é uma iniciativa que conta com centenas de produtos elegíveis: a cada dez itens desses comprados, há um desconto de 15% mais frete grátis (para quem é assinante Amazon Prime) ou 10% (para não assinantes). Dá para adquirir arroz, granola, macarrão, creme de avelã, molho de tomate e muito mais. 

LEIA TAMBÉM

Acesse a página especial do Amazon Super

Saiba mais sobre o Programe e Poupe

Outra possibidade imperdível da Amazon - e que gera muita economia - é o chamado Programe e Poupe. Como o nome diz, você escolhe produtos para serem entregues de maneira recorrente, como uma vez por mês ou uma vez por semestre, e ganha 10% de desconto em todas as ocasiões, além de frete grátis a partir da segunda entrega.

Sempre precisa comprar ração para seu animal de estimação? Ou produtos de limpeza, café, papel higiênico? Basta inclui-los na lista de compra recorrente para não se preocupar mais com isso, e ainda ter acesso automaticamente à oferta. 

Vale lembrar que não é cobrada nenhuma taxa para utilizar essa facilidade, e, ainda, que é possível alterar, pular ou cancelar uma entrega sempre que necessário.

Assine a Amazon Prime para ganhar frete grátis em milhares de produtos, além de ter acesso a promoções exclusivas e curtir séries, músicas e eBooks à vontade. Saiba mais.

Os preços podem sofrer alteração, e o Estadão pode receber comissão por meio de vendas realizadas em links presentes neste artigo.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.