Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Amazon lança nova linha de tablets Kindle

Empresa cria botão de emergência com aula em vídeo para problemas técnicos nos modelos Fire HDX, que chegam às lojas em outubro

SEATTLE, / REUTERS, O Estado de S.Paulo

26 de setembro de 2013 | 02h17

A Amazon lançou ontem a terceira geração de tablets da empresa, chamada Kindle Fire HDX. Os dois novos modelos, de 7 e 8,9 polegadas, têm alta definição e um novo recurso exclusivo de suporte técnico ao usuário na tela que é aposta da empresa para ganhar vantagem contra os dispositivos das rivais Apple e Google.

O botão "Mayday" ("emergência") inicia instantaneamente uma videoconferência com um representante do suporte técnico da Amazon, que pode ensinar o usuário a operar o dispositivo e até mesmo acessar o aparelho remotamente. Disponível 24 horas, o novo serviço técnico terá tempo máximo de 15 segundos de espera para atendimento ao usuário.

  

"Muitas das coisas que nós fazemos juntam alta tecnologia e trabalho duro. Essa é uma dessas coisas", disse o presidente executivo da Amazon, Jeff Bezos, durante o lançamento dos tablets na sede da Amazon, em Seattle, Estados Unidos.

A empresa não revelou quantos funcionários de suporte técnico estão por trás do serviço "Mayday", mas Bezos afirmou que a companhia estava treinando "milhares" de pessoas e estava preparada para fazer novas contratações caso necessário. "Estaremos prontos para a manhã do Natal, que sempre é um grande dia de suporte técnico para nós", disse Bezos.

Mais leve. Os novos tablets são mais leves e mais poderosos do que a geração anterior dos Kindle HD - o que parece ser uma tentativa da empresa de acirrar a disputa com o iPad da Apple, atual líder de mercado.

Equipados com o novo processador quad-core Snapdragon 800, da Qualcomm, de 2,2 GHz, 2 GB de memória RAM, Wi-Fi, tecnologia 4G e bateria capaz de durar 11 horas, a terceira geração de tablets da Amazon terá versões com capacidades de armazenamento de 16GB, 32GB e 64GB.

O menor, de 7 polegadas, custará a partir de US$ 229 (para versão com 16GB), e o maior, com 8,9 polegadas, custará a partir de US$ 379.

Para efeito de comparação, o iPad mini custa a partir de US$ 329 e o iPad tradicional, com as mesmas especificações de capacidade e conectividade, custa US$ 499.

Os tablets Kindle Fire HDX chegam ao mercado a partir do próximo mês, nos Estados Unidos. Ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.