AmBev garante que está cumprindo acordo de fusão

A AmBev divulgou uma nota na noite desta quinta-feira garantindo que está cumprindo os compromissos firmados no termo de compromisso com o Cade na época da fusão da Brahma com a Antarctica em 2000. A empresa admite que tinha contrato de exclusividade com a rede Braumeister, que acusa a empresa de descumprir o acordo. Segundo o comunicado, os contratos entre a AmBev e a cervejaria previa a exclusividade na venda de produtos da Brahma, sendo que quatro deles eram anteriores à fusão. Mas, um deles foi assinado após a união de Antarctica e Brahma. Conforme a AmBev, as condições desse contrato foram "acordadas pelas partes". "Como a rede Braumeister passou a comercializar chope/e ou produtos de outras marcas, houve um descumprimento às condições contratuais estabelecidas", diz a companhia. Em abril de 2002, a AmBev enviou à uma notificação extrajudicial informando a rescisão contratual e cobrando as penalidades contratuais. "Posteriormente, a AmBev entrou com ação de busca e apreensão dos equipamentos de sua propriedade que estavam emprestados em decorrência do contrato celebrado e necessários à venda dos produtos", diz o comunicado. Além disso, a AmBev entrou com ação de cobrança da multa. "A Justiça de primeira instância deu ganho de causa - sentença favorável - à AmBev em três dos cinco processos. As duas restantes ainda não foram julgadas."

Agencia Estado,

24 Julho 2003 | 18h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.