Ambev nega negociação para compra da Quilmes

Uma das empresas da comitiva do ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Sérgio Amaral, na viagem a Buenos Aires, a Ambev, nega qualquer negociação para a compra da cervejaria argentina Quilmes, como se chegou a comentar no mercado em várias oportunidades. O Diretor de Relações Corporativas da empresa, Milton Selligman, disse não ter conhecimento da existência desta negociação, negando-se a comentar mais detalhes sobre o assunto. Selligman representa uma das empresas que estão satisfeitas na Argentina. ?A produtividade da nossa instalação é das melhores do grupo Ambev, e possuímos 20% do mercado?, afirmou Selligman. Ele disse que a viagem a Buenos Aires tem três objetivos: reiterar a confiança no Mercosul e realizar um trabalho conjunto; aproveitar as facilidades oferecidas pela política macroeconômica e eliminar as restrições ao comércio; por último, identificar cadeias produtivas para aumentar a produtividade e preparara Ambev para a competição global.No último dia 18, foi confirmada a compra da Kaiser, principal cervejaria brasileira não-incorporada à Ambev, pela canadense Molson Inc.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.