AmBev oficializa plano de construir fábrica no Peru

A AmBev divulgou comunicado oficializando sua decisão de entrar no mercado de cervejas do Peru. Para tanto, o plano da companhia envolve a construção de uma fábrica e uma unidade de distribuição. A nova planta, segundo a empresa, permitirá o atendimento do mercado local e a exportação para países vizinhos, como o Equador. A AmBev afirma no comunicado que a decisão pela construção de uma planta no Peru é conseqüência do potencial de crescimento daquele mercado, da estratégia corporativa de internacionalização na América Latina, do conhecimento adquirido no desenvolvimento de novos projetos, e do relativamente baixo custo de entrada.A empresa afirma que o investimento estimado para o mercado peruano é US$ 38 milhões para os próximos 12 meses. Esse montante, segundo a empresa, engloba Capex, capital de giro, despesas pré-operacionais e despesas operacionais, incluindo os gastos relacionados com o lançamento e marketing do produto. A estimativa da companhia é de que no primeiro semestre de 2004 a fábrica já esteja em "plena operação". O volume de vendas anual no mercado peruano foi de aproximadamente 5,6 milhões de hectolitros em 2002, representando receitas da ordem de US$ 400 milhões, segundo comunicado. O consumo anual per capita é, em média, de 22,0 litros, figurando entre os mais baixos da região, enquanto o preço médio ao consumidor à um dos mais elevados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.